Cidades

Captura do caranguejo-uça proibida até domingo (15)

Até lá ocorre o terceiro e último período de defeso 2020 do caranguejo-uçá, quando é proibida a captura, o transporte, o beneficiamento e a comercialização do crustáceo.

 

No próximo fim de semana, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) realizará atividades de fiscalização e ações educativas voltadas para o último período de defeso do Caranguejo-uçá nos municípios do litoral Sul.

Durante a ação os técnicos visitam bares, restaurantes, feiras livres e vendedores ambulantes com o objetivo de repassar informações sobre educação ambiental e alertar sobre a proibição da comercialização do caranguejo-uçá que, de acordo com o gestor da Unidade de Gestão de Fauna, Iran Vasconcelos, “tem como objetivo garantir a sobrevivência da espécie que, além de ser de extrema importância para o equilíbrio do ecossistema manguezal, também é fonte de renda para diversas famílias”.

O período do defeso, popularmente conhecida como andada, ocorre durante os ciclos de lua cheia. Nesses dias, os caranguejos machos e fêmeas saem de suas tocas “andam” pelo manguezal para acasalar e liberar os seus ovos. De acordo com a Coordenação de Fiscalização Ambiental, a multa mínima para quem for flagrado comercializando a espécie durante o período do Defeso é de R$ 720,00.